Dr. João Bastos
 
Médico Urologista
 
 
 
CONSULTÓRIO: 213 461 571 - 213 524 276

HOSPITAL: 210 025 200
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Urologia

 
 
 
 

urologia

 
 
 

próstata

 
 
 
 
 

PEDRAS NOS RINS

 
 
 

TRATAMENTOS & CIRURGIAS

 
 
 
 
 
 

UROLOGIA - o QUE É? | TRATAMENTOS GERAIS | DOENÇAS TRATADAS POR UROLOGISTAS

 

 
 
Especialidade médica e cirúrgica que se dedica ao diagnóstico e tratamento das doenças do aparelho urinário em ambos os sexos e das doenças do aparelho genital masculino (tais como rins, ureteres, bexiga urinária, uretra, órgãos do sistema reprodutor masculino - testículos, vesículas seminais, próstata e pénis).

A urologia é uma especialidade altamente tecnológica e de atualização permanente. Exames existentes:

  • Litotrícia Extra Corporal por Ondas de Choque (LEOC)
  • Litotrícia intra corporal (Electarohidraulica, Ultrassónica, Electropneumática e Laser)
  • Antigénio Específico Prostático (PSA)
  • Ecografia - intra cavitária e de intervenção
  • Videourodinâmica
  • Endoscopia flexível
  • Laparoscopia
  • Cirurgia robotizada
  • Material de prótese cada vez mais sofisticado, compatível e eficaz

Doenças, por norma, tratadas pelo urologista em homens e mulheres de todas as idades:
infecções, inflamações, tumores, cálculos (pedras nos rins), incontinência urinária, infertilidade.
 
 
Urologia Próstata e Rins Dr. João Bastos 1
 
 
 

PRÓSTATA - o que é? | possíveis causas | PREVENÇÃO DO CANCRO

 

 
 
O QUE É?
Localizada sob a bexiga e anteriormente ao recto, rodeando a uretra, com cerca de 4 a 5 cm de diâmetro, a próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino. A função da próstata é produzir um fluído, fazendo este parte da composição do sémen.
 
CANCRO DA PRÓSTATA
Um dos tumores mais comuns no sexo masculino, é exatamente o cancro da próstata. Contudo, ao longo dos últimos anos, a sensibilização acerca deste tema tem sido crescente. Isto permite que o diagnóstico seja mais precoce e, por isso, cerca de 80% destes casos são, actualmente, passíveis de tratamento curativo.
A partir dos 50 anos, a incidência de cancro na próstata aumenta, sendo raros os casos de detecção desta neoplasia em idades inferiores.
 
FACTORES POSSÍVEIS | PREVENÇÃO:
  • Genéticos - quando existem antecedentes familiares, o risco de desenvolver a doença em causa é mais elevado.
  • Obesidade - é referida como um possível desenvolvimento e recorrência de cancro da próstata estar ligada ao excesso de peso.
  • Hábitos e Vida Saudável - uma alimentação equilibrada e a prática regular de exercício físico, são medidas que podem ajudar a prevenir o desenvolvimento, não só do cancro da próstata, bem como de outras doenças oncológicas.
 
Urologia Próstata e Rins Dr. João Bastos 2
 
 
 
 

PEDRAS NOS RINS - O QUE É | sintomas | prevenção

 

 
 
O QUE É?
A litíase renal, conhecida mais vulgarmente, como pedras nos rins ou ainda como cálculo renal consiste numa massa semelhante a uma pedra que se pode formar em qualquer parte do sistema urinário. No caso da spedras dos rins, é inicialmente, formado no rim, onde poderá permanecer por vários anos sem qualquer sintomas. Aliás, por norma, a pedra nos rins é eliminada pela própria urina.

No entanto, pode acontecer, em alguns casos, deslocar-se para a bexiga através do ureter e, assim, ficar presa nos canais da urina, causando uma dor intensa - conhecida como cólica renal e, em alguns casos sangue na urina.

A Litíase Renal é uma doença bastante comum, e uma das que tem maior incidência. Não existe um género propriamente mais afectado, no entanto, o género masculino apresenta o dobro da tendência para o desenvolvimento de pedras nos rins em relação às mulheres. Por norma, o primeiro episódio poderá ocorrer por volta dos 30 anos - nos homens e, nas mulheres, aos 35 e 55 anos.


SINTOMAS:
  • A dor da cólica renal é bastante dolorosa, causando uma grande agitação.
  • Dor intensa na parte de baixo das costas, que pode limitar os movimentos
  • Dor que irradia das costas para a virilha
  • Não existe nenhuma posição que cause alívio
  • Pode provocar náuseas e vómitos
  • Desconforto na região da bexiga, causados pela "pedra" do uretero para a bexiga
  • Vontade frequente para urinar
  • Dor ao urinar
  • Urina com tonalidade rosa ou vermelha
  • Em em alguns casos febre acima de 38º C

PREVENÇÃO:
Existem alguns sintomas semelhantes aos da infecção urinária ou a outras doenças urológicas, pelo que é importante que exista um diagnóstico correcto e feito por um médico urologista. O diagnóstico passa pela avaliação médica, análises ao sangue e urina e por estudos de imagem.

Podem ser feitas ecografias, mas se o tamanho for muito pequeno, não significa que seja necessária uma cirurgia, uma vez que o cálculo poderá sair por si só, na urina, como referido anteriormente. No entanto, é importante que a prevenção seja reforçada, para não aumentar o número de cálculos ou as suas dimensões. Devemos ter em conta que mesmo uma "pedra" com cerca de 3/4 milímetros poderá causar outras infecções generalizadas.

Na prevenção destas e outras é muito importante manter o seu corpo hidratado, bebendo muita água e ainda manter uma alimentação saudável.

 
Urologia Próstata e Rins Dr. João Bastos 3